Blanca Suárez está mais atualizada do que nunca, e a quinta e última temporada da sua bem sucedida série ‘Las chicas del Cable’ será lançada no dia 14 de fevereiro A revista Diez Minutos publicou imagens exclusivas em que ela pode ser vista caminhando com Javier Rey, seu novo parceiro. Nas fotos, você pode ver como Blanca e Javier se beijam e se abraçam nas ruas de Madrid, enquanto desfrutam de um passeio romântico.

Agora, e sem querer, Javier vai ser o protagonista do funeral mediático de Blanca, mas não se preocupe, não é que a atriz tenha morrido, mas sim que ela será a protagonista do programa ‘El cielo puede esperar’ no canal #0, um dos canais da Movistar.

A atriz de ‘Las chicas del cable’ ‘vai morrer’ na quarta parte de ‘El cielo puede esperar’, que será transmitida na próxima segunda-feira, 20 de janeiro. Além de seu namorado, familiares, colegas profissionais como Martiño Rivas, Ana Fernández e Marta Torné, o diretor Félix Sabroso e seu amigo íntimo, o modelo Jon Kortajarena, estarão presentes a esta curiosa despedida.

Todos eles vão revelar histórias sobre Blanca, a forma como ela gosta de junk food ou como ela é muito amiga dos amigos. Mas não faltarão gestos afetuosos como o que fez o seu parceiro em ‘Las chicas del cable’ Martiño no início do seu discurso: “Tal como as relações de Blanca, serei breve”.

Javier Rey também dirá algumas palavras no funeral da Blanca, mas teremos que esperar até o dia em que o show for ao ar porque, quando foi gravado, ainda não se sabia que eles estavam juntos.

Como não poderia ser de outra forma, Pistachio, o cão da Blanca e aquele com quem a temos visto em muitas ocasiões, também não poderia perder a despedida emocional da atriz. Além disso, o ‘funeral’ de Blanca também contará com apresentações dos grupos Vetusta Morla, La Bien Querida e Miss Cafeína, que lhe concederão suas próprias homenagens musicais especiais.



As gravações, de Las Chicas Del Cable chegaram ao fim nesta terça-feira (14). A quinta e última temporada da série será dividida em duas partes, e a primeira estreará em 14 de janeiro, na Netflix (saiba mais clicando aqui).

O perfil oficial de LCDC no Instagram divulgou uma foto da cena final e a última claquete utilizada, com a legenda “o final de uma viagem”:

Ana Fernandez, intérprete de Carlota Rodríguez, compartilhou uma emocionante declaração de despedida, na qual fez agradecimentos para Blanca SuárezNadia de Santiago Ana Polvorosa:

“Hoje minhas companheiras e eu vivemos uma dessas sequências que emocionam, que falam de nós, e nos lembrou de tudo o que vivemos juntas ao longo desses anos fazendo a série… O fato é que terminamos de gravar e seguimos chorando… obrigada pela magia que criamos hoje, Blanca Suárez, Nadia de Santiago e Ana Polvorosa!”

Acompanhem mais informações acerca da última temporada da série no site e nas nossas redes sociais (Twitter e Instagram)!



As Telefonistas, ou Las Chicas del Cable, iria ter a 5ª e a 6ª temporada antes de ser finalizada, porém, a Netflix anunciou que a série terá apenas mais uma temporada, que será dividida em duas partes.

No mesmo anúncio, ficamos sabendo que a primeira parte da última temporada irá estrear dia 14 de fevereiro no catálogo da plataforma.

Em 1929, quatro mulheres vêm de diferentes partes da Espanha para trabalhar como “garotas do cabo” (operadoras de telefonia) em uma empresa em Madri que vai revolucionar o mundo das telecomunicações. No único lugar que representa progresso e modernidade para as mulheres da época, elas aprendem a lidar com inveja e traição, enquanto embarcam em uma jornada em busca do sucesso.



Durante o San Sebastian Festival, novas informações sobre El verano que vivimos – novo filme de Blanca Suárez que estreará em 2020 – foram divulgadas. Confira:

A história do filme se passa em dois períodos: o presente e o verão de 1958. Nos dias de hoje, Isabel é uma jornalista que trabalha na secção de obituário de um jornal. Através deles (jornais, muito provavelmente), uma história de amor é contada. Quando Isabel começa a investigar, seus inquéritos vão levá-la de volta a uma época na Andaluzia, quando Hernán (Molinero) confia a seu amigo Gonzalo (Rey) com algo quase impossível: construir uma vinícola em seis meses. Uma vez lá, Gonzalo vai conhecer uma mulher que vai virar sua vida de cabeça para baixo: Lucía (Suárez), noiva de Hernán.

As filmagens de “El Verano que Vivimos” tomaram lugar principalmente em Jerez, mas também em Galiza e em Valência. Sedes reconhece que muita coisa está envolvida nesse filme e por isso quis contar com uma equipe de pessoas que já conhecia. Desta forma, é a terceira vez que Javier Rey trabalha com o diretor (Carlos Sedes), depois de Velvet e Fariña. É o segundo projeto com Blanca, depois de Las Chicas del Cable. Mas para formar o trio principal, Sedes também contou com Molinero, uma nova adição à lista de artistas com quem já colaborou.

Lucía, a personagem de Blanca, é, segundo a própria atriz, “uma apaixonada e comprometida com seu trabalho” que não se importa de arregaçar as mangas para trabalhar no vinhedo de seu noivo, o personagem de Molinero, que o ator define como “empreendedor”. Mas o encontro do protagonista com Gonzalo “sopra todos os esquemas”, acrescenta o intérprete. Durante a apresentação, Molinero destacou “o sentimento de união” da equipe de filmagem, algo que os serviu “muito para a filmagem” do filme.

Sedes, depois de mostrar algumas imagens do filme, concluiu que, para contar esta “história de amor e amizade” e “sensibilidade masculina”, quis “criar uma Andaluzia muito amável”, tal como acredita que era na altura, com as primeiras famílias que se mudaram para lá para se dedicarem às vinhas.

Fonte: Sensacine

Tradução & Adaptação: Equipe Blanca Suárez Brasil