Do Século de Ouro a Almodóvar, de Sara Montiel a Blanca Suárez: um estilo marcadamente espanhol para a nova campanha de Angel Schlesser’s Femme e as fragrâncias Femme Adorable.

Blanca Suárez foi anunciada, mais uma vez, como imagem da marca até 2022. Na nova campanha, ela interpreta  uma diva espanhola moderna que se permite o luxo de olhar Madrid com o carinho de quem sempre a conheceu e o encanto de quem nunca a visitou.

Blanca personifica todas as mulheres espanholas pela sua capacidade de enfrentar a vida com coragem, positividade e a força de um sorriso que mostra a sua beleza.



Novas fotos de Blanca Suárez filmando Las Chicas del Cable foram divulgadas! Nas imagens, a atriz aparece ao lado de Yon GonzálezAna Polvorosa em gravação externa da série, no dia 12 de dezembro de 2019. Confira:

 



No último dia 14, a primeira parte da quinta e última temporada de Las Chicas del Cable foi disponibilizada na Netflix. A Parte 1 conta com 5 episódios e retrata o retorno de Lidia (Blanca Suárez) à Espanha, voltando a se unir com as antigas amigas telefonistas diante do cenário da Guerra Civil espanhola, para reencontrar Sofia (Denisse Peña), filha de Ángeles (Maggie Civantos) que se alistou mesmo tendo uma doença grave no coração. Assista já na Netflix!

As gravações da Temporada final: Parte 2 já foram encerradas, mas não há previsão para sua chegada ao catálogo da plataforma de streaming. Alguns sites dizem que é possível que ela seja liberada ainda em 2020!



Falta pouco pra última e quinta temporada de Las Chicas del Cable, e ela chega dividida em duas partes. A primeira, em fevereiro.

Após o final da quarta temporada, a primeira série espanhola da Netflix chega com uma glorificação, no auge desta ficção. A data, 14 de fevereiro. A série, um exemplo de empoderamento feminino antes do seu tempo, segue as aventuras destas mulheres que têm de lidar com um mundo ainda dominado por eles.

‘Las Chicas del Cable’ nos conquistou por causa de sua estética e seu compromisso. Também seduziram a diretora editorial das revistas do Grupo Zeta, Charo Izquierdo, como reconheceu na mesa redonda que tinha Blanca Súarez (como Lidia Aguilar), Ana Fernández (como Carlota Rodriguez de Senillosa) e Nadia de Santiago (como Marga Súarez) e a criadora da série, Teresa Fernández-Valdés como participantes.

Ela admite ter ficado acordada muitas noites vendo mais um episódio: “Não sou a única fascinada, é uma série que pode ser assistida por várias gerações, eu a vejo com minha filha Camila, de 23 anos”, explica Charo, que também reconhece o mérito da ficção em termos de cenário, figurinos e todo o tema relacionado ao empoderamento das mulheres: “Melhoramos, mas não temos todo o terreno ganho. As mulheres têm um papel de liderança, a amizade triunfa, é uma história de grande afeto”.

A plataforma decidiu dividi-la em duas partes de cinco episódios cada uma, após o final dos episódios há um ataque cardíaco. A ficção procura terminar as suas tramas da forma mais emocional possível, avançando nesse caminho de igualdade e liberdade pelo qual as protagonistas lutaram desde o primeiro episódio.

“Há ação, muitas pessoas morrem, é uma época ousada, ambiciosa e maior. As meninas estão mais confiantes, não há dúvida do espaço que ocupam, são mulheres inteligentes, que tomam decisões estratégicas, toda a temporada é muito poderosa”, explica Teresa.

“Há um antes e um depois, uma mudança de ritmo quando se trata de lidar com as questões. Esta série feminina não vira as costas aos homens – o elenco masculino também é muito poderoso – eles têm sido muito generosos em compartilhar e ir até o fim. Esta série da época tem se ligado ao público mais jovem, as meninas encontraram mais do que amor, fortes laços de amizade”, diz ela.

A série permanece no currículo de todos eles, que não podem falar com mais carinho: “Foram quatro anos de aprendizagem, foi a primeira vez que trabalhei com a Netflix, houve muitas perguntas no ar, era um palco convulsivo, acabamos com orgulho e emoção, trabalhamos duro”, explicou Blanca Suárez.

“Nos acabamos de chorar na última cena”, admite Ana Fernández. “Partilhamos, lutamos, fizemos as pazes e construímos uma amizade que perdurou no tempo. É uma série complicada devido aos locais onde temos de gravar, com um ritmo rápido e exigente, e temos misturado talento com pressa”.

Nadia de Santiago está muito orgulhosa: “Aprendi muito sobre a importância das mulheres na história, com cinco mulheres diferentes, mas elas se complementam umas às outras. Eu não estava consciente da grande mudança, agora estou mais consciente do feminismo e do caminho que nos resta.”

“Eles não perderam a ligação com seus personagens, foram os primeiros que nas reuniões da equipe pediram que, se continuassem com a série, novos desafios seriam incorporados, a relação tem sido muito estreita. A colaboração não poderia ter sido mais estreita entre ambas as partes”, explica a produtora Teresa.

“No final, você conhece muito bem o seu personagem e eles, Netflix e Bambu, têm estado abertos a todas as propostas que sugerimos, você cresce das mãos do seu personagem”, reconhece Nadia.



Depois de ‘Lo que Escondían Sus Ojos’ e ‘Las Chicas del Cable’, Blanca Suárez vai estrelar em outra série de época: Jaguar. Situada na Espanha dos anos 60, contará a história de Isabel Garrido, uma jovem espanhola que conseguiu sobreviver ao campo de morte de Mauthausen e está no rasto de Skorzeny, conhecido como o homem mais perigoso da Europa. Logo descobrirá que não está sozinha na sua missão e se juntará a um grupo de agentes em busca de justiça. O seu nome de código: Jaguar.

Produzida pela Bambú Producciones, a ficção está programada para estrear na plataforma em 2021 e se junta a outros projetos que a atriz já fez com o produtor e o gigante do streaming. O último foi o filme ‘El Verano que Vivimos’, que estrelou ao lado de Javier Rey sob as ordens de Carlos Sedes, diretor de grande parte dos projetos de Bambú como ‘Alta Mar’, ‘Fariña’, ‘Instinto’.

Esta série junta-se a outro dos projetos televisivos mais poderosos de todo o país e que a plataforma anunciou esta manhã. Mesmo sem título, sabe-se apenas que será a primeira série criada por Daniel Sánchez Arévalo, que será produzida pela Atypical Films e será “uma emocionante história de amizade na superação” que, atualmente, está em fase de desenvolvimento.



Na semana passada, o casal surpresa do início do ano saltou para a imprensa: a atriz Blanca Suárez, que em setembro terminou o seu namoro com Mario Casas após dois anos, foi fotografada dando um passeio romântico em Madrid com o também ator Javier Rey, com quem contracenou no verão na rodagem do filme “El Verano que Vivimos”.

O casal fez sua primeira “aparição conjunta” como parte do programa de comédia da Movistar+ ‘El cielo puede esperar’, no qual os famosos convidados se tornam os protagonistas de seu próprio funeral fictício e podem ouvir e responder às palavras de homenagem que seus conhecidos lhes dedicam. No caso de Suárez, o primeiro a lhe dedicar algumas palavras sinceras de recordação foi precisamente o seu novo namorado.

Antes de seu namorado começar a articular seu ‘último adeus’ cômico, Suárez disse o seguinte sobre ele no ‘limbo’ onde estava ao lado de Emilio Gavira: “Javier Rey é um amigo muito, muito, muito, muito bom.” O já citado, por sua vez, dedicou-se a lembrar como era compartilhar tempo com o artista durante as filmagens do seu último projeto juntos (eles se conheceram há anos na série “Lo que escondían sus ojos”, transmitida em 2016).

“Blanca era uma pessoa muito especial, contracenei com ela em ‘El verano que vivimos’, no verão passado”, começou o ator, que então revelou que durante a estadia da equipe de filmagem em um hotel em Jerez, Suárez se tornou o maior especialista em fazer brincadeirinhas: “Blanca era como os Estados Unidos, estava envolvida em todas as guerras.”

Além disso, de todas as piadas que devem ter corrido durante as filmagens, parece que a favorita da atriz era mudar as informações na porta do hotel, como Rey também revelou. Para completar, e apesar da atriz ter negado tudo isso em meio a risos do limbo, a intérprete garantiu que “eu a definiria como estando entre um hooligan e uma pessoa engraçada”.

“Blanca, onde quer que estejas, espero que ainda sejas um monte de problemas. Vou ser um dos que aplaudem muito alto quando a sua foto aparecer no In Memoriam do Goya”, concluiu Rey em seu monólogo de despedida. Suárez não hesitou em responder-lhe de imediato: “Que maravilha! Como este rapaz é bonito e como é maravilhoso”.

Mas nem tudo foram elogios, pois a atriz também confessou algo que, até hoje, quando ambos começaram uma história de amor, é pelo menos curioso: “Quando eu te conheci e trabalhamos juntos, gostei muito de você, na verdade, bastante. Pensei que fosse um idiota. E agora vejo que você é uma fraude porque toda a imagem que é projetada de você é absolutamente falsa”, disse a atriz com um grande senso de humor.

Além de Rey, vários de seus companheiros de elenco de ‘Las Chicas del Cable’, como Martiño Rivas, Ana Fernández e Nadia de Santiago, também a atriz e apresentadora Marta Torné, modelo Jon Kortajarena, e até seu famoso cachorro, Pistachio, desfilaram ao redor da tribuna no funeral de Suárez.



Las Chicas Del Cable chega ao seu fim. Se você tem sido amante dos traços das telefonistas mais famosas da ficção espanhola, você terá a chance de ver como terminarão suas histórias. A Netflix apresentou nesta quinta-feira o trailer da primeira parte da temporada final da série que foi a primeira produção espanhola e que terá sua estreia no próximo 14 de fevereiro. A série será finalizada com uma quinta temporada que a plataforma decidiu dividir em duas partes. (Cuidado spoiler) A história de Ángeles (personagem interpretada por Maggie Civantos) no último capítulo da quarta temporada marcou o destino dos protagonistas, e a chegada à Espanha da sua Sofia (Denisse Peña) para lutar na Guerra Civil espanhola é o acontecimento que marca um novo encontro entre Lídia (Blanca Suárez), Carlota (Ana Fernández), Marga (Nadia de Santiago) e Óscar (Ana Polvorosa).

O que acontecerá com elas? Terminarão unidas ou terão um destino final com uma conexão diferente? Por agora, não se sabe de nada.



Blanca Suárez está mais atualizada do que nunca, e a quinta e última temporada da sua bem sucedida série ‘Las chicas del Cable’ será lançada no dia 14 de fevereiro A revista Diez Minutos publicou imagens exclusivas em que ela pode ser vista caminhando com Javier Rey, seu novo parceiro. Nas fotos, você pode ver como Blanca e Javier se beijam e se abraçam nas ruas de Madrid, enquanto desfrutam de um passeio romântico.

Agora, e sem querer, Javier vai ser o protagonista do funeral mediático de Blanca, mas não se preocupe, não é que a atriz tenha morrido, mas sim que ela será a protagonista do programa ‘El cielo puede esperar’ no canal #0, um dos canais da Movistar.

A atriz de ‘Las chicas del cable’ ‘vai morrer’ na quarta parte de ‘El cielo puede esperar’, que será transmitida na próxima segunda-feira, 20 de janeiro. Além de seu namorado, familiares, colegas profissionais como Martiño Rivas, Ana Fernández e Marta Torné, o diretor Félix Sabroso e seu amigo íntimo, o modelo Jon Kortajarena, estarão presentes a esta curiosa despedida.

Todos eles vão revelar histórias sobre Blanca, a forma como ela gosta de junk food ou como ela é muito amiga dos amigos. Mas não faltarão gestos afetuosos como o que fez o seu parceiro em ‘Las chicas del cable’ Martiño no início do seu discurso: “Tal como as relações de Blanca, serei breve”.

Javier Rey também dirá algumas palavras no funeral da Blanca, mas teremos que esperar até o dia em que o show for ao ar porque, quando foi gravado, ainda não se sabia que eles estavam juntos.

Como não poderia ser de outra forma, Pistachio, o cão da Blanca e aquele com quem a temos visto em muitas ocasiões, também não poderia perder a despedida emocional da atriz. Além disso, o ‘funeral’ de Blanca também contará com apresentações dos grupos Vetusta Morla, La Bien Querida e Miss Cafeína, que lhe concederão suas próprias homenagens musicais especiais.



Primeira bomba de 2020: Blanca Suárez e Javier Rey estão juntos e apaixonados. Os dois atores foram passear de mãos dadas no centro de Madrid, uma saída que se tornou um passeio romântico em que não faltaram beijos, risadas e gestos de cumplicidade.

As fotos, tiradas dias atrás, mostram que a química entre Blanca e Javier é mais do que evidente. Elas foram divulgadas com exclusividade pela revista espanhola Diez Minutos.

Blanca e Javier, 31 e 39 anos, respectivamente, são amigos há muito tempo. O casal se conheceu em 2016, durante as filmagens de ‘Lo que escondían sus ojos’, uma ficção que gravaram para a Telecinco e pela qual a atriz ganhou o prêmio Waves 2017.

Em agosto passado, eles voltaram a contracenar juntos no elenco do filme ‘El verano que vivimos’ e ali a centelha teve que saltar. A gravação, realizada em Jerez, durou todo o mês de setembro, quando Blanca e Mario Casas decidiram encerrar o relacionamento depois de um ano e meio juntos.